10 dicas para gastar menos em Orlando – e nos parques da Disney, Universal e SeaWorld.

1
1618

1- Evite viajar na alta temporada (de junho a agosto), quando os preços dobram. O melhor período para estar em Orlando é entre abril e maio, quando o clima está quente, muitos parques já inauguraram as novas atrações e os preços ainda são de baixa temporada.

2 – Fique em algum hotel fora dos parques, e escolha algum que tenha a configuração de um apartamento, com cozinha equipada. Há vários deles na região de Lake Buena Vista, que é perto da Disney, ou da International Drive, próxima aos parques da Universal, SeaWorld e principais shoppings. Além de a diária ser mais barata, vocês também economizam com café da manhã e jantar – dá para comprar itens em algum Walmart e preparar a refeição na própria acomodação.

3 – Leve uma boa quantidade de dinheiro em cash. Faça o cálculo de quanto vai gastar na viagem e compre dólares ainda no Brasil. O ideal é usar o cartão de crédito e o cartão pré-pago só quando for imprescindível, já que o imposto que incide sobre eles é de 6,38% (ao comprar dólares no Brasil, o imposto é de 0,38%).

4 – Para não perder tempo e curtir melhor as atrações de Orlando, é preciso estar de carro. E se vocês planejarem direitinho, também é possível economizar nesse quesito. Muitos hotéis têm traslados grátis para os parques, mesmo os que não ficam dentro dos complexos. Se vocês se hospedarem em um hotel com transporte para a Disney, por exemplo, podem reservar os primeiros dias para ir a todos os parques desse complexo (Magic Kingdom, Animal Kingdom, Hollywood Studios e Epcot) e alugar o carro só depois disso, para ir aos outros parques e lugares mais distantes – e, assim, gastar menos com o valor da locação.

5 – Quase todo mundo visita pelo menos três parques da Disney, os dois da Universal e um ou dois do SeaWorld (o próprio SeaWorld e o Busch Gardens, por exemplo) numa mesma viagem. Nesse caso, vale mais a pena comprar o passe de cada complexo (que dá direito a visitar um parque por dia, dois no mesmo dia, ou de dois a três parques em determinado período) do que o ingresso individual. A economia, nesse caso, pode ser de mais de 50%.

6 – Prepare lanches no hotel e leve na mochila. A dica é velha, mas representa uma boa economia (já que os restaurantes dentro dos parques são caros) – só não pode entrar com bebidas alcoólicas.

7 –  Quer comprar suvenires dos personagens? Vá primeiro no Walmart e veja se encontra o que procura. Ali há prateleiras lotadas de princesas de pelúcia, camisetas com logotipos e brinquedos originais – e custa bem menos que nas lojinhas dentro dos parques.

8 – Carregue uma garrafinha para abastecer nos bebedouros (ou mesmo na torneira, pois a água lá é potável). Vale a pena, pois dentro dos parques uma garrafa de água custa US$ 3, em média.

9 – Se tiver um smartphone, baixe o aplicativo do Skype e use e abuse dele nos parques – a maioria tem wi-fi grátis.

10 – Faça uma lista, ainda no Brasil, dos shoppings e outlets que pretende visitar. Entre no site dos estabelecimentos e imprima os cupons de desconto das lojas (se não estiverem na home, vai ter um link que leva até eles). Alguns dão desconto de mais de 40%.

Essas dicas e muito mais no Blog Miami é Florida.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.