Como proteger sua bagagem de roubos e furtos nos aeroportos.

0
6532

Todo cuidado é pouco na hora de arrumas as malas e preparar a sua bagagem na volta da viagem.
Infelizmente este risco é uma realidade não só dos aeroportos do Brasil, mas também de diversos outros países, incluindo os EUA.
Veja algumas dicas que irão te ajudar a evitar uma dor de cabeça  com a sua bagagem na volta de sua viagem.

Não coloque nada de alto valor na bagagem despachada.

Qualquer item que seja de valor, leve na mala de mão com você. Isso incluí: máquina fotográfica, laptop, tablet, celular, videogame, jóias… Na mala de mão você pode levar quase tudo, com exceção aos itens cortantes e líquidos com mais de 100ml. Então faça um bom uso dela e evite despachar bagagem com itens caros.

Pegar voo noturno é um convite pra aquela dormida desconfortável no avião, então não dê bobeira, cuidem da sua bagagem de mão e guarde o passaporte e o seu dinheiro junto com você. Coloque tudo nas barrigueiras (doleiras) para guardar os dólares, é um pouco  desconfortável, mas muito seguro.
Se estiver levando itens grandes na mala de mão, use um cadeado para prevenir que qualquer um abra a sua mala durante o seu sono no voo.

Tome cuidado com as malas de grife
O desejo das pessoas de comprar malas bonitas, de grife e tal. São elegantes, mas seja forte e resista, pois todas as malas, caras ou não, vão ser tratadas do mesmo jeito pelas empresas que carregam a bagagem do check-in até o avião: como sacos de lixo.
Elas são jogadas de um lado para o outro e fatalmente vão ser rasgadas, ter alças quebradas e cantos trincados. Até mesmo aquelas que são etiquetadas com “frágil” no momento do embarque.
Além disso, as malas de grife acabam chamando mais atenção de quem está mal intencionado. Se a mala é cara, imagine o que tem dentro? E dai, você corre mais risco de ter seus pertences violados por alguém.

Prenda o zíper/cadeado na alça da mala
Uma das mais conhecidas maneiras de se furtar itens de uma mala é utilizando um golpe chamado de “cesárea”, em que o ladrão usa uma caneta ou qualquer item pontiagudo para abrir o zíper e depois fechar a mala, mesmo que ela esteja presa com o cadeado. Isso acontece, pois o cadeado em geral prende um zíper no outro, mas ele pode ser deslizado ao redor da mala, então o ladrão força a abertura do zíper e depois a fecha deslizando os zíperes com o cadeado.

furto-bagagem-golpe-cesarea-roubo-01-300x151

furto-bagagem-golpe-cesarea-roubo-02-300x151
O conteúdo da bagagem pode ser acessado facilmente com esse golpe. Depois é só deslizar o zíper com o cadeado que a mala se fecha novamente.
A melhor maneira de evitar esse golpe é prendendo o zíper e o cadeado em algum ponto fixo da mala como a alça por exemplo. Para isso, use aqueles lacres de plástico se possível de uma ou duas cores bem diferentes, para que o ladrão não prenda de novo com um qualquer.
Basta comprar lacres simples que são vendidos em qualquer supermercado ou papelaria.

lacre-para-evitar-roubo-bagagem-mala-aviao-e1417992004565

Se há algo faltando, você pode reclamar com a cia aérea ou acionar o seguro para recuperar o valor perdido.
Uma outra ideia é tirar foto das malas abertas e de tudo o que colocou dentro dela. Além de economizar um tempinho na lista, você ainda vai ter “provas” para usar no momento de recuperar o que foi roubado.

Guarde os recibos de todas as compras
Uma vez percebido o que foi furtado chega a hora de pedir a indenização para a cia aérea. Nesse momento é de extrema importância conseguir comprovar qual foi o valor perdido.

Faça um bom seguro de viagem
A importância em se contratar um bom seguro de viagem antes de partir pro exterior, mas além de te cobrir nos possíveis gastos médicos, o que muita gente não sabe é que a maioria dos seguros de viagem também cobrem roubos e extravios de bagagem.
Então se a cia aérea estiver fazendo jogo duro pra te reembolsar o valor furtado, é só acionar o seguro que eles mesmo cuidam de tudo.

Não esqueça do aeroporto
Acho que essa dica todo mundo já sabe, mas nunca é demais repetir: diferencie a sua mala das outras. Não é somente longe dos nossos olhos que os furtos acontecem, mas muitas vezes, as malas mais “discretas” são retiradas da esteira de bagagem e levadas sem a gente perceber.

Por isso duas dicas: assim que o avião pousar, saia logo para passar na imigração e pegar as suas malas da esteira. Além disso, coloque fitas, elásticos, adesivos e tudo o que puder para diferenciar a sua mala das demais. Afinal, não somente pessoas mal intencionadas pode pegá-la, mas outras pessoas distraídas também.

Plastificar ou não a bagagem?
Entre nós eu nunca plastifiquei as minhas malas. Primeiro porque acho muito caro. Segundo porque malas despachadas nos EUA, podem sempre ser abertas pelo TSA (Transportation Security Administration, a polícia dos aeroportos americanos) para fiscalização de itens duvidosos.
Porém, seguindo a regra de “dificultar” a ação dos ladrões, o plástico pode sim ser uma barreira adicional. E se não quiser gastar dinheiro, é só passar no Walmart, comprar plástico filme e fita adesiva para embalar a sua mala pagando quase nada.

mala

Espero que as dicas sejam úteis e que ninguém tenha que passar pelo problema que é ter itens furtados da sua mala.