Nova York se prepara para mais uma edição do BR Day.

0
2381

Nova York se prepara para mais uma edição do BR Day com um disputado lineup, anunciado pela Globo, durante coletiva de imprensa na sede da emissora, em Manhattan. André Dias, diretor de Projetos Especiais da Globo, e João de Matos, fundador do evento, divulgaram as atrações de 2015: Paula Fernandes, Fábio Jr., Olodum e Durval Lelys.
A festa, que acontece no dia 6 de setembro, já faz parte do calendário oficial da cidade e promete agitar o público com um grande show que celebra o espírito verde e amarelo, o “GreenYellow Mood”. O evento tem uma energia muito boa, a confraternização entre os brasileiros de todas as partes dos EUA é sensacional.

BR Day 2

João de Matos 2

Os 30 anos do Axé também serão festejados na Sexta Avenida, com dois grandes representantes do ritmo, Durval Lelys, que retorna ao palco do BR Day, agora em carreira solo. E os vocalistas do Olodum não escondem a alegria de participar da festa pela primeira vez: “Nós também estamos confirmadíssimos para este BR Day!”, conta Mateus Vidal. “A emoção está a mil porque cantar para tanta gente assim é felicidade demais”, celebra Sátyra Carvalho.

O Brazilian Day começou em 1984 na Rua 46, também conhecida como a “Rua dos Brasileiros”, em comemoração ao Dia da Independência do Brasil. A festa foi crescendo a cada ano e hoje percorre a Sexta Avenida desde a Rua 42 até o Central Park. Em 2014, ganhou uma nova marca e passou a ser chamada BR Day New York. Acompanhada da tagline “The Greenyellow Mood”, homenageia os brasileiros que todos os anos viajam de diferentes regiões dos Estados Unidos para acompanhar a festa e também faz uma saudação aos americanos e estrangeiros que se identificam com o espírito brasileiro. O BR Day já levou para a cidade shows de artistas brasileiros consagrados como Timbalada, Skank, Jorge Ben Jor, Lulu Santos, Marcelo D2, Alcione, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Ivete Sangalo e Daniel.

João e Daniel

A festa promete repetir mais um ano de sucesso.

Fonte: Ovadia Saadia e João de Matos