Obama e Dilma acertam aceleração de entrada nos EUA.

0
3929

Sem eliminar vistos, Brasil e EUA agilizarão entrada de viajante frequente.
A presidente Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, concordaram nesta terça-feira (30) em tomar uma série de medidas para facilitar o trânsito de pessoas e produtos entre os dois países.

Os líderes concordaram em tomar medidas para que cidadãos norte-americanos e brasileiros possam viajar entre os dois países sem vistos e para permitir aos brasileiros se inscrever no programa de aceleração de entrada nos EUA conhecido como “global entry” quando visitarem os EUA a partir de 2016.

Obama saudou ainda que a aliança com o Brasil tenha alcançado um novo nível durante a visita da presidente Dilma à Casa Branca.

“Dilma, quero agradecer por ter levado a aliança entre nossos países a um novo nível”, afirmou Obama durante coletiva conjunta, após uma reunião de duas horas. Ele também agradeceu a Dilma por sua amizade.

Obama afirmou que Brasil e EUA são “parceiros naturais”.

“Há muito mais que Brasil e EUA podem fazer juntos”, disse Obama, destacando que ambos os países são grandes democracias e que as diferenças sociais podem ser reduzidas quando há investimentos nas pessoas. “Como duas das maiores democracias do mundo, conhecemos as injustiças da pobreza e da desigualdade”, observou Obama.

Segundo ele, desde que assumiu a presidência dos Estados Unidos, as exportações do país para o Brasil aumentaram mais de 50%, com o comércio entre os países passando de US$ 1 bilhão por ano.

Obama destacou que a relação entre Brasil e Estados Unidos poderá ser aprimorada em infraestrutura, ciência e educação, defesa, energia e na luta contra a mudança climática, incluindo o combate ao desmatamento na Amazônia.

Em tom amigável, Obama ainda comentou que ganhou uma camisa verde e amarela da presidente Dilma, mas disse que não poderá usá-la em público porque precisa defender os EUA.

Fonte: Uol