Órgão que regula medicamentos nos EUA aprova ‘Viagra feminino’

0
1127

Droga flibanserin ajudaria a aumentar o desejo sexual em mulheres.
Um painel consultivo do órgão que regula os medicamentos nos Estados Unidos, o Food and Drug Administration (FDA), aprovou nesta quinta-feira, por 18 votos contra 6, o apoio a uma droga que ajudaria a aumentar a libido em mulheres que não têm desejo sexual.
Segundo os especialistas, a droga, flibanserin, conhecida como o “Viagra feminino”, deve ser aprovada se forem tomadas medidas para lidar com os efeitos colaterais, informou o jornal “New York Times”. O FDA costuma usar as decisões de painéis desse tipo como recomendação. A aprovação do medicamento ainda será decidida.
Até este painel, a flibanserin, da Sprout Pharmaceuticals, vinha sendo rejeitada pelo FDA por causa de efeitos colaterais como náuseas, sonolência e, em casos raros, pressão arterial baixa e desmaios. O medicamento é destinado a mulheres com baixo desejo sexual, especificamente com Transtorno de Desejo Sexual Hipoativo (HSDD, na sigla em inglês), e muitos defensores da aprovação da droga têm argumentado que elas não têm remédio para tratar a disfunção sexual, enquanto os homens têm vários.
A droga atua nos neurotransmissores do cérebro envolvidos com o desejo sexual, reduzindo temporariamente os níveis de serotonina e aumentando os níveis de dopamina e norepinefrina. Alguns médicos argumentaram que a sua vantagem é ligeira.
“Acho que seria bom se uma droga como essa pudesse funcionar, uma vez que ter um sexo melhor é importante para minhas pacientes”, disse Mary Jane Minkin, professora clínica de obstetrícia, ginecologia e serviços reprodutivos na Faculdade de Medicina da Yale, à “Time” .

Fonte: Globo