Tudo o que você precisa saber para levar as crianças a Orlando

0
756
"Celebrate a Dream Come True" Parade gets Magic Kingdom guests into the celebratory spirit with party-filled procession
Um guia de como preparar a diversão para a família toda em Orlando, nos Estados Unidos
 
A partir de 1 ano
Seu filho vai entrar de graça nos parques e também não paga para comer na maioria dos restaurantes.
 
Há pouquíssimas atrações para essa faixa etária, mas todos os parques contam com espaços para famílias com fraldário, micro-ondas e aquecedor de mamadeira. Também dá para alugar carrinho (mas compensa mais comprar um básico no Walmart).
 
A partir de 3 anos
A criança já paga ingresso e tem mais atrações voltadas para ela, mas ainda não são muitas.
 
O Child Swap ou Rider Switch permite que pais que estejam com crianças que não têm altura mínima ou simplesmente não queiram ir a determinado brinquedo possam se revezar: enquanto um vai no brinquedo, o outro espera do lado de fora com o pequeno e depois troca sem ter de pegar a fila duas vezes.
 
Para essa faixa etária pode valer a pena ficar num dos resorts dentro do complexo da Disney para minimizar deslocamentos.
 
A partir de 6 anos
Já tem altura para entrar em mais brinquedos, mas vale dedicar mais tempo ao parque mais infantil de todos: o Magic Kingdom.
 
Depois, o Animal Kingdom faz sucesso pelo fascínio dos pequenos pelos animais, e lá tudo gira em torno deles.
 
Em ambos dá para aproveitar uma série de shows (de teatro ou em 3D e 4D) e encontros com personagens. Também vale conferir o Legoland e algum parque aquático.
 
A partir de 8 anos
Eles já aguentam caminhar mais pelos parques e podem participar de brinquedos com mais emoção, como o Harry Potter and the Forbidden Journey, no castelo, o Cheetah Hunt, no Busch Gardens, e o Amazing Adventures of Spider-Man, no Island of Adventures.
 
A partir de 12 anos
A garotada aqui já pode radicalizar e ir às montanhas-russas mais velozes de Orlando, como a Incredible Hulk Coaster, no Island of Adventures, e a SheiKra, no Busch Gardens.
 
Se eles quiserem ir de novo e de novo (e você não estiver com pique para acompanhar), use o serviço Single Rider, a fila onde quem estiver sozinho pode passar na frente.
 
Fonte: Betina Neves / Viagem e Turismo Abril

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here